Área Restrita:

Login Empresa |

Colunista |

Parceiro

 
Área Restrita do Cliente

 
Área Restrita do Colunista

 
Área Restrita do Parceiro

Cadastre seu e-mail

eshop

  • 7-001M/PCP-Cueca Boxer

    7-001M/PCP-Cueca Boxer
    R$ 18.90 botao ir a loja

  • Cabide fixo c grosso

    Cabide fixo c grosso
    R$ 10.00 botao ir a loja

  • DEO COLÔNIA BODY MIST BLUE MARGUERIRA

    DEO COLÔNIA BODY MIST BLUE MARGUERIRA
    R$ 34.90 botao ir a loja

  • Maletas Corujinha

    Maletas Corujinha
    R$ 83.00 botao ir a loja

  • Porta rolo papel + porta tempero

    Porta rolo papel + porta tempero
    R$ 76.00 botao ir a loja

  • SERENIDADE - VIRTUDES

    SERENIDADE - VIRTUDES
    R$ 18.90 botao ir a loja

  • Avental Mulher biquini de bolinha

    Avental Mulher biquini de bolinha
    R$ 32.00 botao ir a loja

  • Reiki

    Reiki
    R$ 2.00 botao ir a loja

  • 7-001P/LVCLP-Cueca Boxer

    7-001P/LVCLP-Cueca Boxer
    R$ 18.90 botao ir a loja

  • RENDA FRANCESINHA

    RENDA FRANCESINHA
    R$ 29.90 botao ir a loja

  • Massagem Terapêutica com óleos essenciais

    Massagem Terapêutica com óleos essenciais
    R$ 40.00 botao ir a loja

  • Higienização Facial

    Higienização Facial
    R$ 60.00 botao ir a loja

  • Avental Homem short preto

    Avental Homem short preto
    R$ 32.00 botao ir a loja

  • Sessão energética

    Sessão energética
    R$ 2.00 botao ir a loja

  • TOLERÂNCIA - VIRTUDES

    TOLERÂNCIA - VIRTUDES
    R$ 18.90 botao ir a loja

  • Peeling e Clareamento

    Peeling e Clareamento
    R$ 20.00 botao ir a loja

Publicidade

Dicas Mulher | Portal de Conteúdo Feminino Dicas Mulher | Portal de Conteúdo Feminino
Dicas Mulher | Portal de Conteúdo Feminino Dicas Mulher | Portal de Conteúdo Feminino

Problemas de Coluna nos animais (Discopatias

Estou em: Conteúdo dica-profissional • problemas-de-coluna-nos-animais-discopatias Postado em 08/09/2010

As discopatias são alterações nos discos localizados entre as vértebras que acabam por comprimir a medula espinhal ou as raízes nervosas responsáveis por déficits de locomoção dos animais é a causa mais frequente de paralisia em cães e gatos.
Frequentemente leva a distúrbios locomotores e neurológicos, onde o sistema nervoso é o responsável pelos movimentos e sensibilidade. Portanto, alterações do sistema nervoso podem causar dificuldade ou perda de movimentos (paralisias ou fraqueza muscular), diminuição ou perda da sensibilidade, dor intensa e incontinência urinária e/ou fecal.
As discopatias podem ser por lesões agudas da medula espinhal, como as Hérnias agudas (Hansen do tipo I), traumatismos (causando fraturas e/ou luxações das vértebras) e eventos vasculares (embolismo fibrocartilaginoso) ou por lesões crônicas da medula espinhal que são caracterizadas por alterações degenerativas vertebrais e dos tecidos moles associados, acometendo principalmente cães idosos, como exemplos dessa alteração, temos a espondilomielopatia cervical caudal (Síndrome de Wobbler), discopatia cervical ou toracolombar de Hansen do tipo II, malformações espinhais, entre outras.
Os sinais clínicos de lesão na coluna cervical alem da dor, o animal fica com a cabeça baixa, orelhas para trás, pescoço rígido, locomoção cautelosa e varia de leve ataxia a tetraparesia. Já os sinais clínicos de lesão na coluna toracolombar são altamente variáveis, como a presença de cifose da região toracolombar com presença de dor na palpação, redução ou ausência da propricepção (Percepção do próprio corpo, e inclui a consciência da postura, do movimento, das partes do corpo e das mudanças no equilíbrio, além de englobar as sensações de movimento e de posição articular), relutância para andar, em alguns casos apresentam alterações na função da bexiga.
As raças mais afetadas são Dachshund, Lhasa-Apso, Pequinês. Assim que os sinais surgem o animal deve ser levado rapidamente ao veterinário para que o tratamento seja prontamente instituído e as chances de recuperação sejam maiores.
O diagnóstico é baseado na entrevista, exame clínico neurológico e radiografias (simples e contrastadas) ou, em algumas circunstâncias por tomografia computadorizada ou ressonância magnética.
Em humanos, os métodos fisioterápicos e de acupuntura são utilizados para o tratamento conservador das discopatias e essas técnicas vêm sendo adaptadas aos animais, onde tem demonstrado eficácia no tratamento das discopatias nos cães e favorecendo a recuperação clínica dos animais tratados, sendo utilizada no alívio da dor podendo se usar a acupuntura, o laser terapêutico, o ultrassom terapêutico, a eletroterapia com a corrente TENS, termoterapia como o calor (ex: luz infravermelho) e o frio, na normalização da função motora e sensorial podendo usar a acupuntura, Estímulos Neuro Sensoriais com escova, agulha, calor/frio e cinesioterapia (Bola suíça, esteira seca, prancha de equilíbrio, entre outros.), trabalhando o fortalecimento e resistência do animal com esteira seca, eletroterapia com a corrente FESS e cinesioterapia e nos distúrbios de micção e fecal com acupuntura.
Caso seu animal apresente um ou mais sinais clínicos descritos procure um profissional especializado de sua confiança.


Manuelle Audino Rodrigues de Sá
Médica veterinária - CRMV 25073
fisiopet@yahoo.com.br

Voltar

Mais +

dica-profissional - O Mau Hálito

dica-profissional - A Hipnoterapia

Voltar